Descobrindo o deslumbrante Real Gabinete Português de Leitura


Não se espante pelo nome pomposo e comprido, o Real Gabinete Português de Leitura é mais uma das surpresas que você encontra ao desbravar o centro histórico do Rio de Janeiro. Trata-se da mais bela biblioteca pública que você pode conhecer.

Situado ao lado do teatro João Caetano, na “adequada” Rua Luís de Camões, muita gente confunde sua fachada em estilo neomanuelino e cheio de ícones portugueses com uma igreja, e talvez por isso não tomem conhecimento de sua existência. O Gabinete é uma tradicional biblioteca e instituição cultural lusófona que possui o maior acervo de autores portugueses fora de Portugal. Boa parte dos livros disponíveis para estudo. E alguns deles raríssimos como uma primeira edição de Os Lusíadas, de Luis de Camões de 1572.

Fotos: Geisy Almeida

Aquela pequena pausa para história…

Fundado em 14 de maio de 1837 por 43 imigrantes portugueses com o objetivo de ampliar seu conhecimento e dar oportunidade aos compatriotas residentes na então capital do Império Brasil. Sua atual sede foi construída apenas entre 1880 e 1887, com projeto do arquiteto português Rafael da Silva Castro. Antes disso, a biblioteca teve vários endereços. Mantida por sócios até os dias atuais, o Gabinete se tornou biblioteca pública em 1900. Qualquer um pode ter acesso à seus livros, enquanto associados tem algumas regalias como a possibilidade de levar volumes para casa.

De volta à visita…

Visitamos o Gabinete duas vezes para este post. Na primeira, encontramos o prédio em reformas. Então tivemos que nos contentar em apena conhecer a frente do prédio adornada com as estátuas de Pedro Álvares Cabral, Luis de Camões, Infante Dom Henrique e Vasco da Gama. Já os medalhões retratam os escritores Fernão Lopes, Gil Vicente, Alexandre Herculano e Almeida Garrett. Na segunda visita tivemos mais sorte – na verdade ficamos vigiando mesmo. A reforma continua, mas a principal área de visitação já está aberta ao público, e graças à renovação mais bonita que antes.

Salão de Leitura do Real Gabinete Português

Se muita gente confunde sua fachada com uma igreja, o interior bem que poderia ser considerado uma catedral da literatura. O Salão de Leitura tem suas paredes cobertas de livros, distribuídos em 3 andares de estreitas sacadas que deixam o vão central e as mesas de estudos livres para receber a luz natural vinda da claraboia em vitral. E não importa o quanto eu tente descrever, talvez nem as fotos deem a noção exata da magnitude desta sala como na imagem acima. (Veja mais fotos na galeria ao fim do post)

O acesso a estes “andares superiores” é restrito. Mas tudo bem, pois não falta o que ver no andar inferior. Além dos livros, arquitetura, mobiliário, estátuas e obras raras em exposição estão vão te deixar mais que ocupado em sua visita. Como a estátua de Camões e o lustre vindo de Portugal. Você também pode se acomodar em uma das belas mesas e adiantar a leitura, admirar a arquitetura em detalhes ou apenas sentir ambiente. Vasculhe as prateleiras – com os olhos, não toque nos livros sem autorização –  e encontre uma variedade infindável de títulos novos e conhecidos, alguns muito curiosos. Quase fizemos disso um esporte durante nosso tempo lá.

Sala dos Brasões – Foto: arquivo Real Gabinete Português de Leitura

Quanto a área ainda em reforma, e inacessível ao público? Trata-se do Salão dos Brasões que serve de auditório. E tem este nome por ser ornamentado por 36 brasões das cidades portuguesas da época, incluindo as colônias.

Vale lembrar: o gabinete é uma biblioteca, tem sempre gente estudando por lá. Então, pode “turistar” sim, mas em silêncio, ok! E se tiver tempo, leia alguma coisa. Assim como na maioria das bibliotecas não convém levar alimentos. E não deixe de assinar o livro de visitantes. Para quem vai ficar mais tempo na cidade, vale à pena olhar a agenda de eventos e cursos, muitos gratuitos, que a instituição oferece.

Se à essa altura ainda lhe faltam motivações para visitar o Real Gabinete Português de Leitura, eis mais algumas. O prédio foi tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural. E em 2014 ocupou o quarto lugar na lista das 20 bibliotecas mais bonitas do mundo pela revista “Time”.

Uma catedral da literatura lusitana!

Confesso, senti falta apenas de um guia, para apontar aqueles detalhes que não cabem nas plaquinhas. E contar toda a história que já deve ter acontecido sobe aquele teto de vidro, que recebeu grandes intelectuais, nomes importantes da história brasileira e lusitana ao longo dos anos. Mas, esse detalhe, é apenas uma desculpa para voltar lá mais algumas vezes.

Já que cada cantinho é um deslumbre, confira mais fotos do Real Gabinete em nossa galeria:

Real Gabinete Português de Leitura
Rua Luís de Camões, 30, Centro – Rio de Janeiro – RJ
http://www.realgabinete.com.br
E-mail – gabinete@realgabinete.com.br
Telefone: (+ 55 21) 2221-3138 / Tel/Fax: (+ 55 21) 2221-2960
Segunda a Sexta-feira, das 9 às 18 horas
Gratuito

Leia também


About Fabiane Bastos

Jornalista especializada em cultura, viciada em filmes, séries e livros não necessariamente nesta ordem. Adoraria poder visitar os mundos que só conhecemos pelas páginas e telas, ou chegar o mais próximo disso possível!

  • Pingback: Biblioteca de Cinema: O Real Gabinete Português de Leitura nas telas – Roteiro Adaptado()

  • Fabiana Olivieri

    Que construção incrivel, Fabiane!!! Uma arquitetura de cair o queixo. Adorei sua dica.

    • Que bom que gostou da dica Fabiana!!! Quando visitar, nos conte como foi! 😉

  • Cris Cris

    Estou simplesmente encantada com o Salão de Leitura! 3 andares de paredes cobertas de livros! Que lindoooo!

    • Pois é, perguntamos se podíamos morar lá, mas não deixaram! hehehe

  • Ana Carolina Vasconcellos Mira

    Puxa vida!!! Acabamos de voltar do Rio e não tivemos tempo de conhecê-la. Achei magnifica, linda e bem grande. Sua fachada realmente pode nos enganar, mas lá dentro com todos estes livros históricos é uma maravilha na Cidade Maravilhosa.

    • Pena que não deu tempo Ana Carolina, mas não deixe de colocar no roteiro de sua próxima visita! 😉

  • que lugar maravilhoso! Eu que sou maluca por livros e bibliotecas em geral ficaria maravilhada!

  • Catarina Leonardo

    Adorei saber disto! Já estive no Rio 2 vezes e não visitei. Se lá regressar vou visitar de certeza.