Game of Thrones na Espanha: De Dorne a Meereen em um só país


*Atenção: esse texto pode conter alguns spoilers para os que não estão em dia com a série, que estreia sua 7ª temporada neste domingo.

Juego de Tronos: Seguindo os passos de Arya, Daenerys e dos Martell na Espanha

Jamie Lannister e Bronn chegam ao palácio dos Martell para resgatar Myrcella. A alguns quilômetros dali, Sir Jorah tenta, mais uma vez, provar sua lealdade a Daenerys arriscando sua vida. Ao norte, Arya Stark luta por sua sobrevivência em Braavos a apenas alguns metros do Septo de King’s Landing, onde Cersei faz sua caminhada da vergonha. Se você é fã da série da HBO Game of Thrones provavelmente conhece o mapa de Westeros de cor e sabe que esses acontecimentos estão separados por vários dias de viagem – e até em continentes diferentes, como as terras de Essos do outro lado do Mar Estreito. Acontece que muitas dessas sequências foram filmadas relativamente próximas umas das outras – e é possível visitar alguns desses cenários em diversas cidades da Espanha.

Cenas da série gravadas na Espanha

Quando pensamos em visitar locações de Game of Thrones logo vem à mente o Reino Unido e a Islândia, onde são filmadas a maior parte das cenas do “norte”, e a Croácia, já bastante conhecida por dar vida a King’s Landing (ou Porto Real). Mas desde a entrada em cena da Casa Martell e das viagens de Daenerys e Arya Stark, a Espanha entrou no roteiro obrigatório dos fãs da série. E o país ibérico não faz feio, contando com cenários medievais e também desérticos, passando pela influência árabe que ajuda a dar vida à exótica Dorne. E se você precisa de ainda mais motivos para fazer a viagem, saiba que há até um museu dedicado à série. De fato, o turismo na Espanha tem se beneficiado bastante do legado que as filmagens deixaram. Além de Sevilha, Osuna, Girona, Peñíscola e diversas outras cidades espalhadas pelas províncias espanholas, tudo indica que a cidade muralhada de Cáceres será uma das novidades da próxima temporada.

Dorne, Meereen e Volantis

Minha viagem começou pela Andaluzia, sul da Espanha. A província é conhecida pelo clima mais temperado e pela influência árabe, herança dos povos mouros vindos do norte da África que ocuparam a região durante a Idade Média. A principal cidade da região é Sevilha, abrigando diversos ícones da arquitetura moura como o Real Alcázar. Esse palácio, que até hoje serve de residência real do rei da Espanha, foi construído para ser uma fortaleza moura.

Myrcella Baratheon e Príncipe Doran Martell namorando em Dorne – cena gravada nos jardins do Real Alcázar

Dentro do universo de Westeros, o lugar se converteu nos Jardins de Água e no palácio da Casa Martell. É aqui que vemos, na quinta temporada, o irmão de Oberyn e sua cunhada tramando contra os Lannisters e é também de onde Jaime Lannister e Bronn resgatam Myrcella (ou quase). O Real Alcázar fica bem no centro de Sevilha e é uma das atrações mais visitadas da cidade. A entrada custa 9,50 € e as reservas podem ser feitas pela internet para evitar as filas dos dias de maior movimento.

Ellaria Sand e Doran Martell em Jardins de Água, refúgio da Casa Martell.

Outra característica da arquitetura espanhola são as Plazas de Toros, arenas onde aconteciam (e em alguns casos ainda acontecem) as touradas. Há diversas Plazas de Toros em toda a Espanha, mas foi em Osuna, nos arredores de Sevilha, que os produtores da série encontraram o cenário ideal para criar a arena de Meereen, em Essos – onde Daenerys sofre o ataque dos Filhos da Harpia e é resgatada por Drogon, no final da quinta temporada. A cidade fica a menos de 1 hora de Sevilha. Para chegar lá, é possível ir de ônibus saindo da Estação Santa Justa – mas como esses ônibus têm intervalos nada práticos, o melhor é ir de carro ou Blablacar (um site de “caronas pagas” – que inclusive usei para ir até lá, e considerei bastante seguro).

Drogon resgatando Daennerys

A Plaza de Toro onde foram gravadas cenas para Game of Thrones

O esforço é recompensado pelo simpático Museu de Osuna e seus Salões de Gelo e Fogo, onde estão expostos objetos utilizados nas filmagens e também fotos dos dias que abalaram a pequena cidade de casas caiadas. A entrada para o museu custa 2 euros. Lá você pode pegar um mapa da cidade e seguir caminhando em direção à Plaza de Toros. Mas, atenção! Só é possível visitar a arena aos domingos de manhã! Nos dias de semana tudo que você vai conseguir é tirar fotos do portão mesmo.

Entrada do Salón de Hielo Y Fuego

Osuna fica no caminho para Córdoba e se quiser aproveitar o embalo pode seguir para lá e conferir a Ponte Romana, que aparece na série como a ponte de Volantis.

King’s Landing e Braavos

Avançando para o norte da Espanha, mais precisamente para a província da Catalunha, encontramos o cenário de algumas das cenas mais impactantes da quinta temporada. Em Girona, simpática cidade com ruas de paralelepípedo a 1h de trem de Barcelona, encontramos as ruas por onde Ninguém Arya perambula cega como parte dos testes a que é submetida para ser aceita entre os Homens sem Face.

O local exato onde foi gravada essa cena fica a apenas alguns metros da catedral de Girona que, com sua fachada barroca, deu vida ao Septo de King’s Landing. Esse mesmo, cujas escadas dão início (depois o “passeio” vai para a Croácia) à Caminhada da Vergonha de Cersei e que dá lugar à grande vingança da rainha mãe no final da sexta temporada, matando Margery, o Alto Pardal (juntamente com todo seu séquito) e, é seguro dizer, metade da cidade com fogo vivo. Também vimos cenas rodadas nos Banhos Árabes, outra atração da cidade: um edifício de estilo românico, construído em 1194, que imitava os banhos muçulmanos.

Os Banhos Árabes aparecem quando Arya, desesperada, tenta fugir de Waif. Essa escadaria é onde ela ficava mendigando durante o treinamento.

Como se esses já não fossem motivos suficientes para ver Girona de perto, o local onde essas cenas foram gravadas ficam dentro de um lugar histórico: El Call é um dos bairros judeus mais bem preservados da Catalunha (e, quiçá, da Europa) e tem diversas escadarias, ruas estreitas e muros de pedra muito bem conservados. Na rua principal da cidade há uma loja onde é possível comprar camisetas e outros objetos relacionados à série – mais uma prova do seu impacto na economia local. Chegar lá é bem tranquilo: a cidade é acessível por trens que saem de hora em hora de Barcelona.

Sétima temporada: Cáceres e País Basco

A Espanha conta com diversas outras locações de Game of Thrones que não visitei, como Peñíscola e a região de Almería, que deram vida a Mereen e ao reino desértico dos Dothraki. Em 2016 a equipe de filmagens da série retornou à Espanha para filmagens da sétima temporada. Alguns dos locais escolhidos ficam na região de Sevilha e Cáceres – esta última abriga um dos mais bem preservados conjuntos medievais da Europa, listado como patrimônio da humanidade pela Unesco. O elenco da série também foi visto no País Basco e acredita-se que aí foram rodadas cenas correspondentes às Ilhas de Ferro. Já Cáceres deve dar vida à Casterly Rock (ou Rochedo Casterly), a sede da Casa Lannister. Por enquanto há apenas especulações, mas a julgar pelos cenários escolhidos o que temos certeza é que vou precisar voltar à Espanha para conferir as locações da nova temporada!

Patrícia em Girona, Espanha.

Como fã da série e alguém que gosta muito de viajar, posso garantir que vale muito a pena planejar um roteiro que inclua esses cenários que ajudam a dar vida ao universo de George R.R. Martin. Sendo a Espanha um país com sua própria história de reis, fogo e sangue, não é difícil imaginar esses personagens povoando a paisagem ibérica com esses mesmos locais cheios de história como pano de fundo de muitos acontecimentos marcantes. Estar lá é viver esses acontecimentos que testemunhamos através de livros e pela tela da TV.

Escrito por:

Patrícia Matos

“Patrícia Matos é tradutora, nerd acadêmica e travel hacker. Nascida da Tormenta do Rio de Janeiro, caçadora de promoções, garimpadora de descontos, desviadora de armadilhas para turistas e rainha das milhas aéreas.”

Siga a Patrícia no Instagram.

Leia também